ds
Biomagnetismo

O Mundo e o Magnetismo

Por, Dr Adriane Viapiana Bossa
Fisioterapeuta Biomagnetista
Como atuam os Campos Magnéticos nos Seres Vivos
De acordo com os experimentos científicos de Albert Roy Davis, apresentados no livro “Magnetismo e seus efeitos no sistema vivo”.
Davis explica pela primeira vez como o magnetismo afeta a nossa vida e a vida de todos os sistemas vivos ao nosso redor. O resultado de anos de investigação sobre as leis do magnetismo, explica a descoberta de que um ímã não tem um efeito no sistema vivo, mas DOIS EFEITOS, cada um deles fornecido pelas duas formas de energia transmitidas de cada polo. De acordo com as pesquisas foi demonstrado que a energia magnética (Norte) negativa é muito eficaz na eliminação do câncer e que a energia magnética positiva (Sul) mostrou aumentar o crescimento do câncer.
Por que é importante saber disso?
Porque muitos Biomagnetistas negligenciam ou não sabem destas informações, e vejo com tristeza que muitos difundem o uso da DUPLA POLARIDADE MAGNÉTICA para tratamentos de fenômenos tumorais ou para pontos de rastreio de infecção bacteriana, já que o próprio Dr Goiz nos ensinou a USAR ímã negativo sobre um Fenômeno Tumoral ou sobre sua zona de conflito de Fenômeno Tumoral.
É importante saber disso também porque temos muitas pessoas que erroneamente  entendem a força mecânica de atração e repulsão de um ímã como sendo a mesma força Gauss. Atualmente muitos terapeutas que utilizam das Terapias Magnéticas para tratar a saúde, como o BIOMAGNETISMO MÉDICO ou BIOMAGNETISMO  como é conhecido no Brasil, tem se confundido com esta questão de Gauss e força mecânica.
Para o Biomagnetismo dentro com conceito Par Biomagnético, descoberto pelo Dr Issac Goiz Dúran necessita-se de Gauss e não de força mecânica para formar o PAR de ressonância e regular o pH do local afetado, agora dentro do mesmo Biomagnetismo vamos precisar de força mecânica quando precisamos puxar ou empurrar algo dentro do organismo – O tão famoso par trauma que tem função no Biomagnetismo de ser nosso antinflamatório – ou seja empurra o infiltrado da infamação para os rins utilizando o negativo na inflamação e o positivo no rim.(Empurra/Puxa). Muitos indicam DUPLA POLARIDADE na inflamação ou seja positivo e negativo juntos e as vezes indicam DUPLA POLARIDADE nos rins.
Sabe o que acontece quando se coloca um ímã positivo sobre uma bactéria?

Espere, me acompanhe e verá o que diz os experimentos científicos sobre isso.

Eu particularmente que ensino várias técnicas e terapias magnéticas me preocupo com cada cliente das pessoas que eu ensinei a Técnica Terapêutica, e sou muito criteriosa com a ciência que envolve cada procedimento, por isso te convido a estudar vários aspectos do Magnetismo comigo agora, para saber questionar inclusive seu terapeuta sobre cada ímã impactado em seu organismo, e se você é Terapeuta aproveite para aprender mais…
Vamos comigo entender melhor como Funcionam os Campos Magnéticos? 
Sem o campo magnético da terra, todos os seres vivos morreriam.  O magnetismo é essencial para nossa sobrevivência, por exemplo, quando os dinossauros percorriam a Terra, o campo magnético em torno da Terra era centenas de vezes mais forte do que é agora.  Quando a força magnética enfraqueceu, o tipo e o tamanho dos animais na terra mudaram.  Existe uma relação direta entre os dois.
Hoje em dia somos continuamente bombardeados por diferentes energias eletromagnéticas produzidas pelo homem que nos afetam, como microondas, ondas de rádio, 60 CPS AC (que são 30 pulsos de energia do Pólo Norte e 30 pulsos de energia do Pólo Sul), eletricidade etc.  Imagine as possíveis ações judiciais se as autoridades finalmente admitirem que a energia magnética do pólo sul é perigosa e, no entanto, há décadas não fazem nada para alertar ou proteger o público contra essa ameaça, e hoje todos sentimos os efeitos da intoxicação eletromagnética como o estresses, o nervosismo, a depressão, as dores musculares, as dores articulares, e até mesmo os canceres.
Recomendo ler o livro “Extorsão em Medicina: A Supressão de Alternativas”, por James P. Carter, MD, Dr. P.H.  Carter, ele fornece evidências esmagadoras da supressão da medicina alternativa, que chamam atenção destes problemas causados por negligencia das autoridades sobre o perigo dos Campos Magnéticos mal utilizados.Porém não só malefícios que trazem a atuação de campo magnéticos sobre os seres vivos, São inúmeros os benefícios quando bem empregados e quando utilizados na quantidade suficiente para estabelecer e fortalecer os recursos de auto regulação homeostática orgânicas.

Segue os benefícios para a saúde desde o primeiro dia do uso da energia magnética bem empregada, e não é só através do uso de ímãs mas do uso de objetos magnetizados, Florais Quanticos, Frequências Magnéticas Hologramas Biomagnéticos ou até mesmo de atendimentos a distância realizados pelos terapeutas de Biomagnetismo.

• Incentiva o sono profundo, longo e repousante
• Mantém um corpo livre de toxinas
• Induz uma abundância de energia
• Fortalece seu sistema imunológico
• Melhora sua circulação

Como?  Em termos leigos, a terapia magnética clínica acelera o fluxo  sanguíneo e faz com que várias coisas aconteçam seu corpo: 

Em primeiro lugar, a sua circulação é melhorada.  Basicamente, o sangue flui em torno de seu corpo de forma mais eficaz, para que você obtenha mais oxigênio e nutrientes para seus órgãos, músculos, articulações e membros.
Em segundo lugar, a terapia magnética clínica ajudará a equilibrar seus níveis hormonais.  O que isto significa é que os hormônios como a insulina, a serotonina, a endorfina e a melatonina estarão mais prontamente disponíveis e melhor regulados.
Quando seus níveis de melatonina (o hormônio que induz o sono) recuperarem sua concentração ideal, você desfrutará de um sono profundo e reparador.
Em terceiro lugar, o campo magnético ajuda o corpo a realinhar os íons positivos e negativos que estão presentes em cada célula.

Suas células são como pequenas baterias, cada uma com um final positivo e negativo.  Se você colocar baterias no rádio da maneira errada, não funcionará.  O mesmo princípio se aplica às suas células, se colocar os polos dos ímãs de maneira equivocada não terá os benefícios necessários para a regulação do seu organismo. 

Ímãs empurram as células de volta ao alinhamento perfeito para que qualquer excesso de fluido e toxinas sejam forçados para fora dos tecidos e liberados para fora do corpo quando você for ao banheiro.  

Você pode “limpar” até 2 litros de líquido indesejado, em excesso e cheio de toxinas, assim que começar a usar a terapia magnética clínica.

Em quarto lugar, a combinação de sua maior circulação e eliminação de toxinas permitirá que seu coração descanse.  Você terá menos fluido para empurrar, isso quer dizer que seu corpo e seu sangue estarão fluindo muito mais eficientemente, o que significa que seu coração não terá que trabalhar tanto.

Sua pressão arterial e pulsação naturalmente começarão a diminuir e você sentirá um tremendo aumento em seus níveis de energia.  Em suma, você terá uma ótima sensação de bem-estar.

Por fim, o resultado acumulativo de mais oxigênio, mais nutrientes, hormônios equilibrados e um coração descansado resulta em um sistema imunológico fortalecido.

Você será menos propenso a pegar virulências.  Você será capaz de combater melhor as infecções e afastar tosses e resfriados.  Seu sistema imunológico protege seu corpo de ataques e danos.  Para proteger seu corpo, seu sistema imunológico deve ser forte e saudável.

Vamos falar mais de Terapia Magnética e Propriedades Terapêuticas?

Albert Roy Davis é o fundador da Science of Biomagnetics (ou Biomagnetism) nos Estados Unidos, um termo que significa o estudo dos efeitos das energias de um ímã no sistema biológico, vamos falar sobre as pesquisas dele com as polaridades dos ímas sobre os seres vivos. Não vamos falar hoje de PAR BIOMAGÉTICO e sim de Magnetismo e polaridades.

O uso de ímãs para fins terapêuticos tem sido explorado nos últimos 200 anos.  No entanto, a tecnologia necessária para produzir resultados terapêuticos devido à descoberta e acesso a campos magnéticos de alto nível surgiu nos últimos 20 anos.

Segundo Albert Roy Davis quando o cérebro é exposto a uma polaridade magnética negativa ele diminui a frequência de pulsação do cérebro, criando assim um efeito calmante.  O inverso também se aplica: quando o cérebro é exposto a uma polaridade positiva acelera a frequência de pulsação do cérebro, criando assim uma superestimulação da atividade cerebral que pode ser experimentada como uma incapacidade de retardar a mente, insônia, nervosismo e / ou ansiedade.  Assim, uma polaridade magnética negativa é anti-stress, enquanto uma polaridade magnética positiva é a produção de tensão.

Segundo o especialista em terapia magnética, o neurologista William H. Philpott, MD, (Magnetic Health Quarterly,
2001) “Minha pesquisa confirmou abundantemente as observações de Albert Roy Davis e Robert O. Becker.  Como neurologista, eu documentei pelo EEG que um campo magnético positivo (em busca do norte) é excitante neurologicamente (estimulante).  Quanto maior a força de gauss, maior a excitação.  Um campo magnético positivo suficientemente alto mais de 8.000 Gauss (em busca do norte) pode evocar convulsões naquelas pessoas com prédispisição.  Um campo magnético negativo (busca do sul) é neurologicamente calmo.  Quanto mais alto o gauss do campo magnético negativo (busca do sul), mais lento o cérebro pulsando no EEG.  Esta informação define o estágio em compreender como um campo magnético negativo (em busca do sul) controla a excitação neurológica na neurose, psicose, potencial de convulsão, distúrbios de abstinência e movimento. ”

Todos os ambientes e dispositivos eletrônicos, como laptops, celulares, tablets, computadores de mesa, fornos de microondas, wi-fi, medidores inteligentes, cobertores elétricos, viagens aéreas e automóveis elétricos e híbridos, emitem uma freqüência eletromagnética positiva.  Isso também inclui blocos magnéticos que se conectam a uma tomada de parede que são usados ​​para a cura, pois também emitem freqüências eletromagnéticas.Quando você está exposto a esses ambientes eletromagnéticos positivos, a polaridade das células se inverte de uma polaridade negativa para uma polaridade positiva.  Isso é prejudicial para o seu corpo.

As células requerem uma polaridade magnética negativa para uma saúde ideal (mais alcalinidade).  Quando uma célula é repetidamente exposta a uma freqüência eletromagnética carregada positivamente, ela perde sua capacidade de manter seus níveis de oxigênio e também se torna ácida (mais acidez).  Isso cria um ambiente na célula que acolhe as toxinas, patógenos e metais pesados ​​para a residência.
De acordo com o físico Albert Roy Davis (O Plano Magnético da Vida, 1979) “O campo magnético positivo (pólo tradicional em busca do norte) gira elétrons no sentido horário enquanto o magnético negativo (pólo tradicional em busca do sul) gira elétrons no sentido anti-horário.  Esses spins de elétrons opostos de pólos magnéticos opostos fornecem uma resposta biológica oposta e previsível.
 A resposta biológica ao campo magnético positivo é a hipóxia ácida (acidez e baixo oxigênio). 
 A resposta biológica ao campo magnético negativo é a hiperóxia alcalina (alcalinidade e alto oxigênio) ”.

A exposição a longo prazo a frequências eletromagnéticas positivas gera radicais livres que causam inflamação  Descobertas médicas recentes indicam que a causa da maioria das doenças é a inflamação.  Os radicais livres são peróxidos, ácidos, álcoois e aldeídos.  Os radicais livres são os resíduos celulares produzidos pelo açúcar, álcool, carboidratos e uma dieta rica em proteínas.A exposição celular de longo prazo a uma freqüência magnética positiva cria um ambiente com baixo teor de oxigênio e ácido.  Esse ambiente sustenta a energia vital necessária de microorganismos e células cancerosas e destrói a energia vital necessária das células humanas.
Considerando que uma exposição constante a um campo magnético negativo cria um ambiente alcalino e de alto oxigênio.  Esse ambiente sustenta a energia vital necessária das células humanas e destrói o ambiente necessário para sustentar os microrganismos e as células cancerígenas.
O uso da polaridade negativa dos ímãs pode reverter uma célula positivamente carregada de volta para uma célula carregada negativamente, restaurando assim a saúde de volta à célula, aumentando seu nível de oxigênio e eliminando a acidez.
Quando vírus, fungos, bactérias e Parasitas e metais pesados  (que vivem em um ambiente ácido (MEIO ORGÂNICO / pH SANGUÍNEO) positivamente carregado sem oxigênio) – ” LEMBRANDO QUE AQUI SE FALA DO MEIO DE SOBREVIVÊNCIA E NÃO DA POLARIDADE DOS MICRORGANISMOS, POIS ISSO REMETERÁ AO PRÓXIMO ARTIGO, ESTANDO ISSO DENTRO DO CONCEITO DE PAR BIOMAGNÉTICO E NÃO DO MEIO EM SI”-  são expostos a uma frequência magnética negativa, eles são neutralizados da mesma maneira que uma tira magnética de cartão de crédito perde sua memória quando exposta a um ímã.
O tecido positivamente carregado também magnetiza em si mesmo produtos químicos tóxicos e metais pesados.  A exposição a longo prazo a um campo magnético negativo de alta intensidade elimina metais pesados ​​e toxinas do corpo.  Para aqueles com altos níveis de produtos químicos tóxicos e metais pesados ​​no corpo, este processo de quelação pode ser intenso (dores de cabeça, erupções cutâneas, fadiga e sintomas semelhantes à gripe).  Se alguém experimenta este tipo de desintoxicação intensa, recomenda-se que eles diminuam a exposição, mas não parem a exposição aos ímãs.  Uma boa hidratação é essencial para ajudar na cura celular, juntamente com uma dieta que inclua poucos carboidratos, baixo teor de açúcar, proteínas moderadas e eliminação do álcool.
AQUI VEM O IMPORTANTE, QUANDO SE FALA DO PAR TRAUMA, DUPLA POLARIDADE, ONDE E QUANDO INDICAR?
Segundo Albert Roy Davis e William H. Philpott um campo magnético positivo cria o seguinte:
Estresse, ansiedade, nervosismo
Promove o vício físico
 Bloqueia a produção de melatonina pela glândula pineal
 Reduz seus níveis de oxigênio em um nível celular
 Promove a acidez em um nível celular
 Incentiva a inflamação nas veias e capilares, comprometendo a circulação
 Cria inflamação e estimula o edema (retenção de água na célula)
Incentiva bactérias, vírus, parasitas, crescimento de fungos e metais pesados ​​dentro da célula
 Radicais Livres
 Insônia
 Um ambiente propício para a proliferação de doenças
Segundo Albert Roy Davis e William H. Philpott  um campo magnético negativo cria o seguinte:
 Bloqueia as respostas biológicas ao estresse
 Reduz a superestimulação da endorfina, que faz com que uma delas seja dissolvida
 Reduz a superestimulação da endorfina, que promove tendências aditivas
Auxilia as células a estabilizar e curar
 Auxilia no processo de dormir, aumentando a produção de melatonina pela glândula pineal
Melhora a alcalinidade e oxigenação da célula
 Cria um ambiente alcalino e rico em oxigênio no corpo que ajuda o corpo a reduzir
sangramento e retenção de água
Auxilia na produção de enzimas para energia necessária para o metabolismo celular humano
 Desintoxica os radicais livres inflamatórios biológicos (peróxidos, ácidos, álcoois e aldeídos) que são
os subprodutos de uma dieta que inclui açúcar, álcool, carboidratos e alta proteína
 Destrói a energia vital necessária de microrganismos e células cancerígenas
 Um ambiente hostil para a proliferação de doenças
Suporta o sistema imunológico
 Suporta a produção de enzimas necessárias
Auxilia na desintoxicação de metais pesados
 Carrega os glóbulos vermelhos com a energia magnética necessária para a produção de energia
 Aumenta a circulação.
Segundo Grant Gerondale, Magnetic Therapy 101, 1998:
“Deve ficar claro que os bio-ímãs em si não curam nada, apenas estimulam o corpo a se curar.  O magnetismo é um evento totalmente natural.  Não é mágica, apenas permite que as células do corpo existam em seu nível ótimo.
Nos últimos anos, os desenvolvimentos na cura através de terapias elétricas e magnéticas aumentaram exponencialmente.  No tratamento de entorses, distensões, ossos quebrados, queimaduras e cortes, a terapia de campo magnético não apenas ajuda na recuperação, mas permite que essas condições se curem melhor, mais rapidamente e com menos tecido cicatricial.  O tratamento magnético mostrou diminuir o tempo de cura pela metade ou mais.
DE ACORDO COM BURYL PAYNE, Ph.D.  em psicologia e um M.S.  em física, psicóloga e inventora dos primeiros instrumentos de biofeedback explica que estes instrumentos de pesquisa sensíveis permitiram aos cientistas documentar algumas das maneiras pelas quais os campos magnéticos afetam os organismos vivos.
Entre eles estão:
1) Aumento do fluxo sangüíneo com o aumento da capacidade de transporte de oxigênio, ambos básicos para ajudar o corpo a se curar.
2) Muda a migração de íons de cálcio que podem trazer cálcio para curar um osso quebrado, ou pode ajudar a mover o cálcio das articulações artríticas doloridas.
3) O pH (ácido / alcalino) de vários fluidos corporais (que muitas vezes estão fora de equilíbrio em conjunção com doenças ou condições anormais) pode aparentemente ser alterado por campos magnéticos.
4) A produção hormonal das glândulas endócrinas pode ser aumentada ou diminuída para níveis normais por estimulação magnética.
DR.  RICHARD BROERINGMEYER (Autor de Princípios da Terapia Magnética e médico da NASA que estudou terapias magnéticas em astronautas) – à partir daqui Dr Goiz descobre o PAR BIOMAGNETICO
‘Foi estabelecido clinicamente que a energia do pólo Norte (busca do Sul) detém a atividade proteica, consome fluidos, contrai, limita o vaso, aumenta a alcalinidade, age para sedar ou inibir a dor, diminui a atividade, aumenta os íons potássio, diminui os íons de cálcio anormais e  diminui a concentração de íon hidrogênio.
O pólo Norte (em busca do Sul) pode ser considerado a energia normalizadora.  Normaliza o estado alcalino do corpo, mas nunca produz uma condição excessivamente alcalinizada.  Oxigena o corpo, mas nunca produz radicais livres oxidados.  Tem um efeito normalizador, não importa quanto tempo a exposição.
PÓLO NORTE (busca do Sul) A ENERGIA MAGNÉTICA NEGATIVA ESTÁ SENDO USADA PARA O TRATAMENTO DE:
artrite, feridas sangrentas, feridas, furúnculos, eczema, erupções cutâneas, queimaduras, infecções, dor de dente, infecção renal, pedras nos rins, câncer, diabetes, pressão alta, condições da bexiga, doenças estomacais, todos os tipos de inflamações e inchaço, ossos quebrados,  cancer.

POR ISSO SAIBA TERAPEUTA, O QUE ESTÁ INDICANDO PARA SEU CLIENTE, QUANDO ESTAR INDICANDO E PARA QUE ESTÁ INDICANDO.

Não estou dizendo com isso, que algo esteja errado quando indicamos dupla polaridade, mas saibamos que tem ciência por de trás de uma indicação.
  Próximo artigo será sobre a descoberta do Dr Issac Gois e porque o PAR BIOMAGNÉTICO USA AS DUAS POLARIDADES DOS ÍMÃS sendo que  a polaridade positiva é tao condenada pela ciência do Magnetismo.
Até mais…
Um comentário
  1. Angela Mara

    Ela promete, ela cumpre! Muito esclarecedor, Profa Adriane. Gratidão por dividir tanto conhecimento, não só com seus alunos, mas com todos terapeutas Biomagnetistas que se encontram perdidos sem a orientação devida!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *